Kokopeli evoca muitos mitos e lendas, porém todas as histórias concordam em uma coisa: ele toca a Flauta Índia.

Dizia-se que sua música trazia fertilidade para a terra e o povo. A zona onde ele era cultuado (sul do México até Sul do colorado) é marcada por pedras com a imagem de um flautista corcunda.

Ele representa a fertilidade, a fertilidade que podemos encontrar em nossas vidas através de uma busca sincera, permitindo que a nossa magia pessoal se expresse de forma criativa e flua através do nosso ser, ao invés de bloqueá-la e nos tornarmos “doentes”.

Kokopeli vive tocando a sua flauta e tecendo a magia de suas canções, fazendo-nos recordar que a magia é, simplesmente, uma mudança pessoal em nosso nível de consciência. Vamos arriscar?